O que é um Ambiente Funcional?
3 de julho de 2017
Cinco dicas para redecorar a casa
10 de agosto de 2017
Exibir tudo

Cimento queimado: você sabe o que é?

O cimento queimado é um revestimento feito na obra com a mistura de cimento, areia e água. Essa argamassa deve ser aplicada sobre o contrapiso ou sobre uma base mais áspera, para dar aderência. Após a aplicação dessa argamassa, deve-se nivelar o piso. Feito isso, temos o piso cimentado. O ato de “queimar” o cimento é o que o distinguirá de um simples piso cimentado.

“Queimar o cimento não tem nenhuma relação com fogo. Este é o nome dado ao processo de jogar pó de cimento sobre o piso de argamassa de cimento e areia ainda mole e úmida. Com isso, a superfície deve ser desempenada com uma desempenadeira de aço, espalhando o pó de cimento sobre a argamassa e deixando o conjunto bem liso”, comenta a Arquiteta Luana Alvarenga.

Para Luana, a grande vantagem do cimento queimado é o baixo custo. Além disso, o revestimento imprime uma aparência diferenciada e rústica, sendo que pode ser utilizado em diversos ambientes internos e externos. Ainda, ela destaca como vantagem a ausência de reajustes e a aplicação simples, podendo ser utilizado, inclusive, sobre pisos já instalados.

“Mas, como nem tudo pode ser perfeito, há alguns pontos negativos, dentre eles a porosidade, podendo absorver partículas de sujeira e líquidos, caso não seja impermeabilizado”, acrescenta Luana. Além disso, trincas e manchas que podem surgir com o tempo, além de se tornar escorregadio quando está molhado, são pontos destacados pela arquiteta que precisam ser observados por quem deseja utilizar deste revestimento.

O cimento queimado sempre traz ao ambiente um ar de modernidade e um aspecto elegante.

Ficou inspirado? É só chamar a arquiteta Luana Alvarenga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *